A 7 de Outubro de 2014, a Verde Azul começou a gerir oficialmente o processo de recadastramento dos beneficiários do Instituto Nacional da Acção Social (INAS) que recebem apoios dos Programas de Segurança Social Básica como uma maneira de contribuir para o desenvolvimento humano e social e o bem-estar. O âmbito total do processo de recadastramento abrange 285,000 agregados familiares beneficiários que são os mais pobres, e mais vulneráveis nas 11 províncias do país. O objectivo é realizar a recolha de dados com eficiência, eficácia e pontualidade. A Verde Azul foi responsável por conduzir a adaptação dos instrumentos de pesquisa do trabalho de campo e gerir todos as actividades de recolha de dados em todas as províncias.

O processo de recolha de dados foi feito com uso de tecnologia Android (smartphone) com o inquérito instalado numa aplicação. As equipas de trabalho de campo consistirão em cerca de 80 a 100 enumeradores em cada província, por uma duração máxima de 2 meses. Todas as actividades de recadastramento deverão estar terminadas até ao fim de Agosto de 2015, tendo sido adiado até ao final do primeiro semestre de 2016.

A Verde Azul fez parte do processo de reestruturação do Instituto Nacional da Acção Social (INAS) de forma a criar um cadastro único nacional de todos os beneficiários, centralizando a gestão de serviços e a gestão financeira, através do desenvolvimento de uma abordagem nova e mais eficiente de rastreio dos beneficiários. O INAS está a centralizar toda a informação e o registo num Sistema de Informação de Gestão (SIG).

A recolha de dados pretende melhorar a selecção dos beneficiários alvo, detectando erros de inclusão e exclusão nos agregados dos beneficiários actuais, e facilitando métodos de tratamento desses erros, melhorando assim a eficácia da distribuição dos subsídios do INAS. Este processo também assegurará que os beneficiários estão a receber o melhor apoio e assistência prestados pelo INAS.

Theme: Overlay by Kaira ©2020 Verde Azul Consult, Lda. 🇲🇿 Todos os Direitos Reservados