Meio Ambiente
 

i)    Estudos de Meio Ambiente e Avaliações Ambientais; ii) Desenho e implementação de Planos de Gestão Ambiental; iii) Planeamento Ambiental Estratégico; iv) Planos de gestão de bacias hidrográficas; v) Monitoria e Auditoria Ambiental; vi) Treino e Capacitação em Avaliação e Gestão dos Impactos Ambientais (Regs. 216 USAID, Banco Mundial, ISO 14000, e 45/2004 Moçambique).

Plantio de "colheitas" Sustentáveis e Resistentes ao Clima para produção de bio-etanol no Norte de Moçambique. Agosto de 2009 até Julho de 2010.
Este projecto foi coordenado pelo INGC é financiado por uma rede de multi doadores.

O objectivo global deste projecto piloto é adaptar as tecnologias existentes às condições existentes localmente e fornecer nova informação científica ao sector privado e ao Governo relativa a uma área de crescimento que pode atrair investimento sustentável que pode suportar  o custo de adaptação devido as mudanças climáticas; diminuir a emissão de gases de "efeito de estufa" e dependência de derivados de petróleo, e demonstrar eficiência da água; fornecer  receitas e oportunidades (comida, colheitas para venda, trabalho) para a comunidade; demonstrar potencial para processar  mapira doce  e cana-de-açúcar para bioetanol no mesmo local.

Provisão de Consultoria a Longo e Curto Prazo e Assistência técnica a Componente Terra do  MCA Mozambique.
Projecto coordenado pelo MPE e financiado pelo Governo Americano através da MCA Mozambique. Contratado por Millennium  Challenge  Account  Mozambique e por HTSPE Limitada- Verde Azul Consórcio.
Três áreas de suporte reflectidas na organização dos serviços a serem providenciados em sete áreas componentes e actividades inter- relacionados por entregar cada um com o seu conjunto de objectivos e desafios. Esse suporto técnico será fornecido especialmente a 4 províncias Niassa,Cabo Delgado,Nampula e Zambézia, nomeadamente.O objectivo principal deste suporte será para melhorar a eficiência da gestão e do sistema de registo de direitos de uso de terra.
Os sistemas existentes serão analisados e avaliados no contexto dos actuais debates das políticas a nível do governo central. Um plano será então criado para melhoria deste sistema e providenciar um melhor acesso aos serviços de terra para todos os usuários da mesma.

Monitoramento Ambiental da estrada Ruaça- Marrupa em Niassa e Cabo Delgado. Agosto de 2008 até Agosto de 2010.
Contratados pela SIDA para acompanhar o doador na adjudicação de contratos e acompanhamento das actividades de construção de estradas.

Coordenação e investigação de desenvolvimento de uma iniciativa de produção de Bio- Combustível em Moçambique. Em processo desde Janeiro de 2008.
Contratado por SEKAB AS & Eco Energia de Moçambique para coordenar o projecto de investigação e desenvolvimento de bio- combustíveis em Moçambique. É previsto um investimento de mais de 2 bilhões de USD nos próximos 10 anos.Prevê se o uso de mais de 120,000ha e a reabilitação de 5 fábricas com infra-estruturas de porto.

Controle Ambiental e estudo de Pré-viabilidade para Produção de Bio- combustível na  Província de Cabo Delgado.Abril a Junho de 2008.
Contratado por SEKAB AS &  EcoEnergia de Moçambique para elaborar o Termo de Referência e coordenar  a equipe de especialistas para executar a fase de levantamento de dados das componentes ambiental e social desse estudo.

Plano de estrutura para a área metropolitana de cidade de Maputo. 2008.
Essa iniciativa foi consolidada pela WB. Conselheiros especialistas do ambiente, zonas verdes e agricultura urbana efectuam revisões de estudos prévios, reuniões de comunidade e aconselham a formulação do Plano de Estrutura para a Municipalidade da cidade de Maputo.

Líder da equipe do Plano da advertência ambiental e de desenvolvimento da Estância turística de Macaneta.
Fomos contratados  para coordenar e aconselhar Estância turística  de Macaneta para desenvolver  60 ha em Macaneta no distrito de Marracuene. Esta é uma área sensível e sem igual que está em frente do Oceano Índico no lado de Oriente e o Rio de Incomati no lado ocidental. Nós propusemos um plano de gestão para mitigação de  condições adversas, promover a  conservação da área e que seja uma atração para desenvolvimento de turismo.


Sistema de Gestão Ambiental para a Hidro- Eléctrica de Cahora Bassa. Dezembro de 2007.
Contratados por ATKINS GLOBAL UK e CALYON/BPI BANKS para executar as diligências necessárias para o desenvolvimento de um EMS pela operação de Represa e transmissão de eletricidade.


Estudo dos Recursos Hídricos em Cabo Delgado.
Agosto de 2007.
Comissionado pela EcoEnergia de Moçambique em associação com a SEKAB-Energy Sweden.


Centro para Avaliação Mundial Estratégica de Produção Mais Limpa.
Junho de 2007.
Contratados pela UNIDO / GENEVE para avaliar o desempenho do Centro Moçambicano no programa de produção mais limpa de 1999 a 2006, com um   orçamento de E.U. $ 850000,00.
Planificação Distrital de Desenvolvimento Integrado em Mecula, província de     Niassa. Abril até Maio de 2007.
Comissionado por Flora e Fauna Internacional e Niassa Reserve Society. Contratados para apoiar as autoridades distritais a ajustar os seus planos estratégicos de acordo com o potencial da área ambiental e com o Plano de Gestão da reserva de Niassa recém aprovado.

Impacto Ambiental e Social para o Millennium Challenge Account. Março até Maio de 2007.
Comissionado pelo MCA-Mozambique,ao abrigo de um contratado com o PNUD.
Contratados para efectuar contactos com a GOM e MCA, a fim de apoiar o Ministério da Planificação e Desenvolvimento a preparar um compacto para Moçambique. Preparar documentos de avaliação e recomendação para a estratégia da proposta Compacta.

Plano de Gestão do Parque Nacional Do Arquipélago de Bazaruto. 2007-2011.
Encomendado pelo Ministério do Turismo (MITUR), sob contrato com a WWF a partir de Novembro de 2006 até Maio de 2007. O líder da equipe coordena 7 estudos especializados e propõe um novo plano.

Workshop de Considerações Ambientais. Janeiro de 2007.
Comissionado pela USAID Angola sob contrato com a Sun Mountain Intl.Luanda.

Reabilitação da praia, em frente à cidade de Inhambane.
Contratados para proceder a componente social e ambiental do estudo em associação com Consulmar / CONSENG, sob contrato com o Município de Inhambane Cidade.

Implementação do Plano de Mitigação do Impacto Ambiental para o Projecto da estrada do Alto Ligonha ao Alto Mulócué. 2006/2008.
Encomendado pela CMC África Austral.

Perfil Ambiental em Moçambique. 2006.
Cliente: AGRIFOR por CE/MICOA.

Avaliação intercalar para NREMF (Recursos Naturais e Gestão de Fundo do Ambiente) - Cliente IUCN, Moçambique, 2005.
Contratados para avaliar o desempenho do fundo. A missão incluiu uma proposta para a sustentabilidade do Fundo, após a eliminação progressiva dos fundos. Financiado pelo Governo Holandês. O orçamento total para apoiar iniciativas da Sociedade Civil, é de cerca de 500, 000 dólares por ano. O Fundo, na sua concepção atual está em vigor desde 2003.
Formação Nacional de Avaliação de Impacto Ambiental para GOM e ONG’s que beneficiam de projectos financiados pela USAID, Client-Sun Mountain Internacional, sob contrato com a USAID.

Avaliação do Impacto Ambiental para a pré-viabilidade do projeto rodoviário Maragra / Sabié - Cliente V3 Moçambique, 2003.
Contratado para avaliar potencia impactos que poderiam afetar o desenho da estrada.

Projecto de gestão de demanda de água- Estudo Rural de Moçambique.
2001-2002.
Cliente: IUCN Escritórios Regionais/Projecto WDM. Valor 30, 000USD.
Projectos de Pesticídas obsoletos. 1999-2000.
Contratados para fazer auditoria ambiental de instalações de armazenamento de pesticídas obsoletos (Moçambique). Clientes: COWI Consult para o Ministério da Agricultura e Ministerio do Ambiente. Valor: 30 000 USD.

Projectos da bácia do rio Incomáti: Impactos Ambientais Comulativos e Oportunidades de Estudos Socio-económicos. 2000-2001.
Cliente: Comissão Técnica Tripartidária.(Moçambique,África do Sul e Swazilandia).Valor: 150,000 usd.

Projecto barragem de Maguga.1997-2001.
Reservatório de avaliação de Impacto Ambiental e requisitos de fluxo de entrada (Swazilandia,África do Sul).
Ciente: Autoridade Hídrica da bácia de Komati.Valor:2,700,000 USD.
Contratados para  avaliar impacto ambiental, estudar os requisitos de fluxo de entrada e monitorar,incluindo flora,fauna,saúde pública, economia ambiental, restabelecimento preliminar e de aspectos compensação do estudo.Com a participação de mais de 60 profissionais.

Pesquisa biológica e desenvolvimento da reserva na fase 1B do Projecto de água na região montanhosa de  Lesotho. 1995/6.
Cliente:Autoridade de desenvolvimento das terras altas de Lesotho.

Rápida avaliação biólogica da qualidade da água dos rios na África do Sul.1992-1996.
Cliente:Comissão dos recursos de água.

EcoEnergia de Moçambique – SEKAB AB Internaciona- Programa de desenvolvimento de Bio-Combustível na província de Cabo Delgado.
Contratados para actuar como Conselheiro Sênior para a área do ambiente e pesquisa agrícola. Testar a  produção de etanol na base de mapira doce e variedades de cana de açúcar.Avaliar a viabilidade ambiental relativa a terra, água e a questão da biodiversidade. Junto com o cliente desenvolver planos de actividades relativas a compensação de terra e planos de restabelecimento entre 70.000 a 90.000 ha de terra requisitada na província de Cabo Delgado. Liderar a equipe para formulação e requisição da licença Ambiental e da compilação da EMP para o projecto de bio- combustível.

Energia usada na Agricultura, gestão e pesquisa de farmas- UEM/FAEF- Faculdade de Agrónomia e Engenharia Florestal.

 

Introdução a fontes de energia Rural, Energia Limpa e Renovável. As crises de energia e combustível fóssil.

Auditoria Verde para o Alto Comissariado Britânico, DFID e British Council.
Avaliação Preliminar e coordenada das marcas de carbono dessas instituições e recomendações para parar o consumo de carbono.

Additional Info